Muitas vezes ao lermos o comando de uma questão não sabemos exatamente que tipo de redação fazer. Por isso é muito importante conhecer os tipos de textos cobrados nos vetibulares e concursos públicos no país. Confira também as dúvidas relacionada a gramática de como fazer redação.

Outro problema que acontece com muitos candidatos é o excesso de erros gramaticais nas provas. Para evitar leia nossa página de dicas de gramática.

Texto Narrativo

Caderno AzulNarrar é contar algo, organizando um texto com o objetivo de expor uma sequência de fatos, reais ou imaginários, baseado nas ações que envolvem personagens, tempo, espaço e conflito. Os textos que fazem parte do gênero narrativo são: o romance, a fábula, a crônica, o conto e a novela.

Elementos da Narrativa

Narrador: É aquele que conta a história e pode participar da história como um personagem, pode ser apenas um observador ou pode ser um narrador onisciente, ou seja, aquele que sabe até quais são os pensamentos dos personagens.

Tipos de Narrador

Narrador-personagem: É aquele que narra a história em 1º pessoa e também participa do enredo.

Narrador-observador: Esse tipo de narração usa a 3º pessoa e descreve o que vê, mas não participa da história.

Narrador Onisciente: É o narrador que sabe tudo da história e dos personagens e é capaz de saber tudo, até dos pensamentos dos personagens.

Enredo (a história a ser desenvolvida): É o texto em si.

Personagens: As pessoas que atuam na história e desenvolvem o enredo. Tem os protagonistas que representam os principais papeis na ação, os antagonistas que são opostos ao protagonistas e causam problemas a vida dele e os coadjuvantes são os outros personagens que atuam no enredo.

Tempo: É o período em que desenvolve-se a ação da história e pode ser cronológico, ou seja, com base em dias, semanas e meses, ou pode ser usado o tempo psicológico relacionados aos sentimentos dos personagens e características pessoais.

Espaço: Espaço físico em que a história é desenvolvida, mas também pode ser usado um espaço psicológico em que o espaço é trabalhado de forma subjetiva.

Estrutura da Narrativa

No texto narrativo o que predomina é a ação, portanto a maioria dos verbos são de ação, e os conectores temporais. A narrativa pode estar em 1ª ou 3ª pessoa, dependendo do papel do narrador na história, pois na 1ª pessoa o narrador participa dos fatos narrados, e na 3ª pessoa é apenas um observador.

  • Apresentação/Introdução: onde são apresentadas alguns personagens e circunstâncias da história (tempo, espaço etc). Com quem aconteceu? Quando aconteceu? Onde aconteceu?
  • Desenvolvimento: onde se inicia a ação, alguma coisa acontece modificando o estado inicial. O que aconteceu? Como aconteceu? Por que aconteceu?
  • Clímax: é quando a narrativa atinge seu momento crítico, o ponto delicado do conflito, onde o leitor não sabe para que lado a história penderá.
  • Desfecho/Conclusão: é a solução do conflito, como tudo acabou depois de todos os fatos ocorridos. Quais as consequências desse acontecimento?

Texto Descritivo

Mulher Lendo ao Ar LivreDescrever é caracterizar algo, seja uma pessoa, um lugar, uma situação, etc. É singularizar o que está sendo descrito e descrever com palavras. Nesse tipo de texto utiliza-se muitos verbos de ligação que fazem a ponte sobre adjetivos e substantivos. Pode-se usar características físicas ou subjetivas do que está sendo descrito.

Dicas para um bom Texto Descritivo

  • Use linguagem clara e dinâmica;
  • Enriqueça sua descrição com detalhes mais importantes e precisos;
  • Fale separadamente sobre os aspectos emocionais, psicológicos e físicos;
  • Escreva a descrição obedecendo a introdução, o desenvolvimento e a conclusão.

Tipos de Descrição

Objetiva – quando a descrição é exata, quando o objeto ou ser descrito é realmente preciso.

Subjetiva – é uma estrutura mais livre da descrição, onde o autor pode interpretar além do que vê, ou transfigurar o objeto ou ser através da emoção.

Ex:

Objetiva: “Esse livro foi comprado na Europa em 1958” “Renata está pálida”

Subjetiva: “Esse livro comprado na Europa em 1956 é interessantíssimo” “Renata está pálida, mas continua linda”

  • O ideal é que em uma descrição haja a objetividade, para que tudo seja o mais verídico possível, mas também a subjetividade, que deixa o texto mais interessante.

Elementos da Descrição

  • Nomear/identificar: dar existência ao elemento.
  • Localizar/situar: determinar o lugar que o elemento ocupa no tempo e espaço.
  • Qualificar: testemunho do observador sobre os seres do mundo.