Livros Redação MarcadosA redação está sempre presente no nosso dia-a-dia, seja nos jornais, revistas, matérias na internet, livros, textos pedagógicos, entre outros! Mas além da leitura, também é necessário saber escrever um texto.

Em determinada época da vida será preciso fazer uma redação, que pode ser decisiva, como no vestibular, provas de concursos públicos, entrevistas de emprego, e independente de provas, é importante saber expor suas idéias, opiniões, criar histórias, colocar seu lado criativo para funcionar através da escrita, ou até mesmo redigir sobres suas próprias situações cotidianas.

Talvez você esteja pensando “Mas eu não sei escrever”, claro que sabe! Tudo é uma questão de tempo e treino. É necessário criar o hábito de ler e escrever, para que os textos fluam com mais facilidade.

Veja as principais dicas de como fazer uma boa redação, dicas de gramática para fugir dos erros, e entenda a diferença entre os textos narrativos, dissertativos e descritivos.

Letra na Redação

A letra de uma pessoa evidencia sua personalidade, sendo estudada pela grafologia. Durante a redação de concurso e vestibular, é preciso tomar cuidado com a letra utilizada para evitar confundir seu avaliador. Confira algumas dicas para não perder pontos valiosos na redação:

  • Tenha cuidado para escrever a letra n parecida com r.
  • Evite escrever y com cara de g.
  • Evite escrever t com cara de f.
  • Acima da letra i deve-se apenas colocar pontos e não bolinhas.
  • Coloque letras maiúsculas nas palavras que realmente pedirem ou quando a norma exigir.
  • Escreva em letra cursiva porque a letra de forma confunde e ocupa mais espaço na folha.
  • Não ultrapasse as margens da folha.

Redação do Enem

Nos últimos anos a redação do Enem se tornou palco de polêmicas nas provas com candidatos escrevendo receitas de macarrão instantâneo e hino de times de futebol. Os estudantes devem ficar atentos, pois redações com trechos desconexos e que fogem ao tema costumam zerar redações. Eventualmente é solicitado um texto em prosa do estilo dissertativo-argumentativo de um determinado tema.

Os motivos que levam a nota zero no Enem são:

Fuga do tema;

Desobediência da estrutura dissertativa-argumentativa;

Texto curto;

Escrever frases desconexas ou desenhar na folha de redação;

Deixar a folha em branco; Desrespeitar os direitos humanos.

Dicas para uma boa Redação

Para produzir uma boa redação é importante seguir algumas dicas importantes. Em primeiro lugar é preciso estruturar a redação. O primeiro parágrafo é a introdução, onde é feita uma “apresentação” sobre o tema abordado, podendo ser uma “prévia” do que será contado, argumentado ou informado. Pode ser feito com uma narrativa, uma ou mais perguntas, dados estatísticos, etc. O desenvolvimento do texto pode conter vários parágrafos, dependendo do tamanho da redação. É nele que a redação vai realmente se “desenrolar”.

O último parágrafo é a conclusão, onde o texto é finalizado através de uma idéia geral sobre o tema, um pequeno resumo, uma frase que defina o texto, uma advertência, sugestão, afirmação, etc. A conclusão de uma redação deve ser breve e clara.

Mulher LendoExpressões utilizadas na conclusão de uma redação:

"Assim"

"Portanto"

 “Mediante os fatos expostos"

"Dessa forma"

"Diante do que foi dito."

"Resumindo"

"Em suma"

"Em vista disso, pode-se concluir que"

"Finalmente"

"Nesse sentido"

"Com esses dados, conclui-se que"

Obs.: Em determinados tipos de texto, a estrutura não precisa obedecer necessariamente essa forma.

  • Nas dissertações em que um determinado tema é dado, é preciso expor uma opinião e argumentá-la por meio de um posicionamento, e “defender” bem sua tese. Não fique “em cima do muro”, uma hora está a favor e outra contra. Muitas vezes o objetivo é avaliar a sua capacidade de opinar, refletir e argumentar de maneira convincente. Mas é preciso que sua idéia fique clara durante o desenvolvimento da redação.
  • Caso você não tenha muitos argumentos, ou muito o que escrever sobre um tema, prefira escrever menos, mas com clareza na exposição de opiniões e fatos, do que ficar divagando, pois quem avalia percebe a falta de argumentos, tornando a redação cansativa e repetitiva. Mas mesmo que a redação seja pequena, faça sempre na estrutura correta: introdução, desenvolvimento e conclusão.
  • Seja sempre fiel ao tema, não vá para outros caminhos no decorrer do desenvolvimento.
  • Saiba organizar tudo que irá abordar sobre o tema, antes de começar a redação. Por exemplo, é preciso escrever sobre a Aids, então é possível abordar sobre os perigos da doença, como é o tratamento, como se prevenir, entre outros assuntos, mas ordene-os para facilitar na hora de redigir e faça um roteiro para seu texto.
  • Esteja sempre informado sobre os fatos da atualidade, pois ao se deparar com o tema da redação, será muito mais fácil de escrever se souber do que se trata.
  • Não se contradiza em parágrafos diferentes da redação. É preciso ser coerente e esteja sempre atento ao que escreveu antes para não cair nesse erro.
  • Ao redigir fique atento com o sentido da frase, pense sempre no leitor, para que haja clareza e fluência nos textos.

Ex: "Joãozinho anda de bicicleta", em vez de, "De bicicleta Joãozinho anda."

  • Sempre que possível utilize a voz ativa, ao invés da passiva.

Ex: Julia me deu o livro. (Voz ativa) O livro foi dado por Julia. (Voz passiva)

  • Cuidado com o pleonasmo vicioso, ou seja, aquilo que é “óbvio”.

Ex: Todo homem é mortal.

  • Evite períodos muito longos, pois podem prejudicar o sentido do texto e torná-lo cansativo. É preferível redigir frases curtas do que longas demais, portanto use o ponto à vontade, só não exagere. Construa períodos de duas a três linhas, no máximo.
  • Não deixe nada subentendido, não imagine que o leitor entenda o que você quis dizer, explique.
  • Elimine palavras ou expressões desnecessárias no texto.
  • Cuidado com a cacofonia, que é o encontro de sílabas que formam outras palavras.

Ex: Meu coração por ti gela.

  • Seja original e criativo ao redigir.
  • Cuidado com o limite da margem, nunca ultrapase, nem passe para a outra linha se ainda estiver um espaço. Atente também para o alinhamento dos parágrafos.
  • Não esceva palavras difíceis que não conheça o real significado.
  • Evite a linguagem muito coloquial, gírias, palavras pobres, abreviadas, lembre-se que não se pode escrever como se fala.
  • Cuidado com os erros de concordância dos tempos verbais.
  • Quando houver algum número na redação, escreva-o por extenso.
  • Evite os verbos no gerúndio, pois empobrecem o texto, tenha preferência pelo infinitivo.
  • Cuidado com os termos repetidos e procure sinônimos.

Ex:

- A mulher estava andando na FEIRA, e encontrou uma amiga no corredor central da FEIRA.

- José foi ao shopping comprar roupas sociais, roupas esportivas, roupas de banho e roupas íntimas.

  • Coloque os acentos corretamente e não apenas “traços”.
  • Muita atenção para não cometer redundância.

Ex:

- Subir para cima. 

- Descer para baixo.

 - Sair pra fora. 

  • Atenção para a grafia, é preciso que os outros entendam sua letra com facilidade, portanto escreva com letra legível, com nitidez e uniformidade.
  • Seu texto precisa estar sempre estéticamente bonito e apresentável.

Dicas de Gramática

Mulher Lendo Redação no ComptadorO conhecimento da gramática é muito importante para a produção de redações para concursos, vestibulares e provas. O português possui muitas regras que podem confundir os estudantes, por isso atente-se as dicas em nossa página para escrever um bom texto.

Importante: Quando não souber como se escreve uma palavra, e não puder fazer consultas, coloque sinônimos ou expressões que expressem o mesmo, mas não arrisque escrevê-la se não tiver certeza.

  • O M é utilizado antes de P e B, e o N antes de qualquer consoante.
  • Usa-se o prefixo Anti, no sentido de “contra”, e Ante, no sentido de “antes”.
  • Utiliza-se o prefixo Dis, no sentido de “perturbação”, e Des, no sentido de “ação contrária”.
  • O “há” é utilizado para indicar tempo passado.

Ex: Há cinco anos não vejo minha mãe.

  • O verbo precisa concordar com o sujeito.

Ex: “Aluga-se casas”, se casa está no plural, o verbo também precisa estar. Correto: Alugam-se casas.

  • Mas quando o verbo é seguido de preposição, não há variação.

Ex: Tratam-se dos melhores advogados. (Errado) Trata-se dos melhores advogados. (Certo)

  • "Mim" não pode ser sujeito, então ele não FAZ algo.

Ex: Para mim fazer bolo, preciso dos ingredientes. (Errado)

Para EU fazer o bolo, preciso dos ingredientes. (Certo)

  • Não confunda “seção” e “sessão”.

Seção – significa divisão, repartição;

Sessão – intervalo, tempo.

  • Não utilize a vírgula separando termos que ligam-se diretamente entre si.

- Entre sujeito e predicado

Ex: Todos os alunos da sala foram liberados mais cedo.

- Entre o verbo e seus objetos

Ex: A campanha custou dinheiro aos organizadores.

Uso da Vírgula

Use a vírgula para marcar intercalação, inversão, enumeração, para marcar omissão do verbo e para isolar.

Intercalação no Texto

- O milho, devido ao grande número de plantações, vem caindo de preço.

- Joana não quer abrir mão de suas vantagens como filha do dono, isto é, não quer abrir mão de sua mordomia.

- As vacas estão magras e mal alimentadas. Estão produzindo, todavia, grandes quantidades de leite.

- Estudo, mas não aprendo.

Inversão no Texto

- Depois das nove horas, todo o comércio abre as portas.

- Aos organizadores, não lhes destinaram verba alguma.

- Brasília, 8 de abril de 2009.

Enumeração no Texto

Preciso ir à feira comprar maçã, banana, goiaba, melão, e uva.

Omissão do Verbo

Nós queremos tomar café; e vocês, suco.

Isolar Palavra no Texto

Patrícia, mulher de João, é a nova diretora.

  • Utiliza-se as aspas em palavras estrangeiras, para os apelidos, citações que não sejam de sua autoria, e gírias.
  • Lembre-se que “Por isso” é separado, assim como “de repente” e “a partir de”.
  • Uso correto do Onde e Aonde:

Onde – indica lugar físico.

Aonde – movimento e destino.

O uso correto Estudando Redação no Livrode “este”, “esse” e “aquele”:

Este – refere-se a pessoa ou coisa próxima de quem fala, lugar em que se encontra a pessoa que fala, período de tempo presente, termo mais próximo em uma oração e informação por vir no texto.

Esse – refere-se a pessoa ou coisa um pouco afastada de quem fala e próxima do interlocutor, segunda referência a pessoa ou coisa, designa fato passado no tempo ou no texto.

Aquele – refere-se a pessoa ou coisa afastada de quem fala e de quem ouve, indica tempo passado, e refere-se ao termo mais distante em uma oração.

Uso correto de “porque, por que, porquê e por quê”:

Porque: conjunção causal ou explicativa.

Ex: Não fui para a aula porque estava doente.

Por que: quando houver a junção da preposição “por” + pronome interrogativo ou indefinido “que”, que sugere o significado de “por qual razão”.

Ex: “Por que você não vai para o churrasco?” ou “Não sei por que não quero ir”.

E também, quando for a junção da preposição “por” + pronome relativo “que”, possuindo o significado de “pelo qual

Ex: Ela sabe por que motivo fui embora.

Obs: Toda vez que o “por que” não for no final da frase, usa-se esse tipo de “por que”.

Por quê: vem antes de um ponto, seja final, interrogativo, exclamativo, ou seja, sempre no final da frase.

Ex: Vocês vão embora mais cedo por quê?

Porquê: tem função de substantivo, com significado de “o motivo”. Sempre é acompanhado por um artigo, pronome, adjetivo ou numeral.

Ex: Diga-me o porquê para não fazer o que quero.

Redação para Concursos

Candidata Estudando para VestibularA redação é uma etapa importante de vários concursos públicos pelo país. Muitos candidatos tem medo de expor as ideias em um texto e perdem pontos preciosos no resultado final do certame. É importante manter a calma e colocar a princípio todas as ideias no rascunho para depois começar a trabalhar com o texto.

Tema da Redação

A primeira coisa a ser feita é descobrir o tema de sua redação e começar a pensar em como você pode abordar aquele assunto. Não se prenda aos textos auxiliares fornecidos por algumas bancas organizadoras. Nessa primeira etapa o candidato costuma ter muitas ideias, mas a maioria será descartada no decorrer do texto.

Ideias no Papel

Quando começarem a surgir as ideias coloque todas em sua folha de rascunho mesmo que pareçam sem nexo.

Organização das Ideias

Com as ideias no papel, comece a juntar aspectos parecidos que poderão fazer parte de um parágrafo. Você pode fazer o desenvolvimento da sua redação trabalhando com causa/consequência/solução. Use detalhamentos, fatos históricos e explicações para enriquecer o texto.

Introdução e Desenvolvimento do Texto

A dica é começar sua redação pelo desenvolvimento para que a introdução, o trecho que apresenta seu texto, possa ser escrito apenas depois do texto já desenvolvido. A introdução do seu texto será feita através de um resumo do desenvolvimento da redação. Nela, sua tese será exposta ao avaliador do concurso e os argumentos serão apresentados brevemente.

Conclusão do Texto

A conclusão de um texto não é uma tarefa simples por isso atente-se ao texto, pois a tendência é que você tente repetir algumas palavras ou expressões já utilizadas. Apresente soluções para os problemas expostos no decorrer do texto.

Dicas na Redação para Concurso

  • Não utilize a primeira pessoa do singular a menos que isso seja pedido. A redação para concursos deve ser impessoal preferencialmente na terceira pessoa do singular;
  • Estruture a redação antes de começar a escrever e assim você evitará fuga do tema e ficará mais organizado;
  • Evite generalizações;
  • Sempre tome cuidado com períodos muito longos ou muito curtos;
  • Evite o excesso de exclamações, interrogações e aspas na redação. Prefira um texto mais limpo;
  • Respeite as margens da página;
  • Faça a revisão do texto analisando pontuação, vocabulário e ortografia;
  • Faça as contas, para uma redação com 30 linhas faça 1 parágrafo introdutório, 3 parágrafos de desenvolvimento e outro para concluir o texto;
  • Leia muito e treine textos antes da prova.